UPE participa de organização de primeiro congresso internacional sobre ensino do Holocausto e educação em direitos humanos

A Universidade de Pernambuco (UPE) é uma das organizadoras, em parceria com o Museu do Holocausto de Curitiba e a Universidade Federal do Paraná (UFPR), do primeiro Congresso Internacional sobre o Ensino do Holocausto e Educação em Direitos Humanos.

O evento ocorrerá de forma online, por meio do canal YouTube do Museu do Holocausto de Curitiba e da plataforma Zoom, entre os dias 21 e 23 de novembro de 2021.

A proposta desse congresso acadêmico internacional é conhecer e divulgar pesquisas que vêm sendo realizadas no Brasil e em outras partes do mundo fomentando discussões acerca do ensino da História do Holocausto na perspectiva de uma Educação para os Direitos Humanos de maneira transdisciplinar.

Pioneiro no país, o Museu do Holocausto de Curitiba é uma instituição com responsabilidade social, que participa dos debates públicos e dialoga com a sociedade.

Os objetivos do museu são educativos: lembrar e não esquecer, dar visibilidade às histórias pessoais e, principalmente, construir a memória e transmitir lições universais.

O assessor de Relações Internacionais da UPE, professor Karl Schurster, está na comissão organizadora do evento. 

O cadastro dos interessados  pode ser feito através do link https://www.museudoholocausto.org.br/congresso/.

Resolução estabelece as normas de convênios para a prática de estágios na UPE

A Universidade de Pernambuco recebeu uma solicitação da Faculdade e Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), protocolada no dia 7 de abril, para a celebração de um convênio envolvendo práticas e estágios (internato) de seus discentes no complexo hospitalar da UPE.

Como ocorre com os pedidos de outras instituições de ensino superior, públicas e privadas, que manifestam interesse em parcerias com a UPE, essa solicitação seguirá os trâmites institucionais conforme previsto na Resolução CEPE 034/2016.

No seu primeiro artigo, o documento ressalta que a UPE poderá disponibilizar campos de práticas e estágios para discentes de instituições de ensino nacionais e internacionais que tenham reconhecimento legal. 

A resolução estabelece que a prioridade será sempre dos estudantes de graduação da UPE.

Havendo disponibilidade de vagas externas, deverá ser obedecida a seguinte ordem de prioridade: instituições de ensino públicas, instituições confessionais, instituições de ensino privadas sem fins lucrativos e instituições de ensino privadas.

Mesmo com a aprovação de convênios, a Resolução CEPE 034/2016 determina que será preciso haver disponibilidade de vagas para atender alunos externos.

Como contrapartida, as instituições parceiras devem dar assessoria a projetos da UPE, oferecer cursos de capacitação a funcionários das unidades de saúde e fornecer material de custeio e acervo bibliográfico.

Até reavaliação da situação da pandemia, prevista para o mês de junho, os estágios no complexo hospitalar continuarão apenas para os alunos da cursos de graduação (Medicina, Enfermagem, Odontologia, Ciências Biológicas, Fisioterapia e Nutrição) da UPE.

As aulas práticas de estudantes de graduação da UPE, nos serviços de saúde, estão suspensas temporariamente pela Portaria da SES/PE n° 201/2021 em todos os serviços da Rede Estadual de Saúde de Pernambuco.

Aos alunos com estágios e práticas oficializadas e confirmadas no complexo hospitalar da UPE estão sendo fornecidas declarações de vínculo pela Gestão do Hospital, para que possam tentar vacinação pelo PNI Municipal (aplicativo Conecta Recife), conforme normas do próprio PNI.

As informações relativas à regulamentação de práticas e estágios na UPE estão disponíveis na íntegra da Resolução CEPE 034/2016, que pode ser acessada abaixo em formato PDF.

Resolução CEPE 034/2016

Fop oferece vagas para o curso de especialização em Ortodontia

A Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco (Fop/UPE) inicia mais uma turma de pós-graduação Lato Sensu (especialização) em Ortodontia. Podem participar cirurgiões dentistas que desejam especializar-se na área.

Ainda restam 3 vagas. Os interessados podem entrar em contato através do whatsapp (81). 98421-3810. As aulas acontecem nas instalações do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP). 

Leia mais...

Projeto da FCAP/UPE vai capacitar mulheres de baixa renda para se tornarem empreendedoras

A empreendedora pernambucana Simony César, selecionada em 2019 pela revista Forbes para integrar a lista de 90 jovens empreendedores promissores de até 30 anos, participará da inauguração do projeto Autoliderança e Empoderamento, promovido pela Faculdade de Administração e Direito da Universidade de Pernambuco (FCAP/UPE). Em live que será transmitida na sexta-feira (9), às 16h, no canal do YouTube da FCAP, ela falará sobre a Nina - tecnologia que tem como objetivo registrar e mapear denúncias de assédio que ocorrem no transporte coletivo - e vai incentivar outras mulheres a criarem seus próprios negócios.

Patrocinado pelo Consulado Americano no Brasil, o projeto Autoliderança e Empoderamento vai capacitar 100 mulheres que vivem em assentamentos habitacionais de população de baixa renda. A comunidade escolhida foi a Caranguejo Tabaiares, uma Zona Especial de Interesse Social (ZEISlocalizada na Zona Oeste do Recife.

Divididas em quatro grupos de 25 integrantes, elas terão aulas sobre empreendedorismo, marketing e precificação, entre outros temas. Além da formação, elas receberão mentorias para iniciar/melhorar seus negócios.

A qualificação integra as ações do projeto de extensão Mulheres Empreendedoras da FCAP. Coordenado pela professora Rebeca Lins Simões de Oliveira, representa uma oportunidade para alunos dos cursos de bacharelado em Direito e Administração de Empresas do campus Benfica da UPE.

Cinco estudantes foram selecionados para participar das reuniões de monitoria para o planejamento das atividades (virtuais e presenciais atendendo aos protocolos de segurança sanitária).

Com duração prevista de um ano, o projeto é da Coordenação Setorial de Extensão e Cultura da FCAP, em parceria com a ONG Meu Propósito (antiga Poupa Mais Brasil) e Pernambuco Georgia Partners do Brasil. 

Maiores informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Campus Mata Norte da UPE tem inscrições abertas para Curso de Especialização em Educação Especial Inclusiva

Estão abertas até o dia 20 de abril as inscrições para o Curso de Especialização em Educação Especial Inclusiva que será ofertado em dois polos da Universidade de Pernambuco (UPE): Nazaré da Mata (Campus Mata Norte) e Escola Politécnica (Poli). Serão 360 horas no formato remoto - devido às atuais restrições da pandemia de Covid-19. O público-alvo são os graduados que tenham interesse na área da Educação Especial.

Coordenado pela professora do Campus Mata Norte Mirtes Lira, o curso tem o objetivo de oferecer oportunidades para que profissionais de diversas áreas adquiram competências e habilidades para atuar com pessoas com necessidades educativas especiais.

Na perspectiva da educação inclusiva, a proposta é fomentar discussões em volta das políticas públicas e das práticas pedagógicas inclusivas nos diversos contextos escolares e não-escolares.

As disciplinas abrangem deficiência intelectual, deficiência auditiva, deficiência visual e motora, altas habilidades/superdotado, tecnologias assistiva, bases neurológicas da aprendizagem e do desenvolvimento e práticas pedagógicas inclusivas nos diferentes espaços sociais.

Esta será a quinta turma do curso de especialização. As anteriores ocorreram no formato presencial e depois na modalidade híbrida, mas a princípio as novas atividades serão realizadas apenas online.

A matrícula custa R$ 300, com 14 mensalidades de mesmo valor. Os profissionais da rede pública/privada de ensino podem enviar uma declaração comprovando sua atuação na Unidade de Ensino e obter desconto nas mensalidades (neste caso, ficarão no valor de R$ 250 no Polo Nazaré da Mata e R$ 280 no Polo Poli).

A ficha de matrícula e o checklist da documentação podem ser obtidos neste link: http://upe.br/matanorte/especializacao-em-educacao-especial-inscricoes-abertas/. A inscrição deve ser encaminhada para a Secretaria da Pós-graduação do Campus Mata Norte (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) ou para a coordenação do curso (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Mais informações podem ser obtidas através dos e-mails citados ou pelos telefones (81) 3633-4629 (Secretaria da Pós-graduação) e (81) 99759-5728 (secretaria do curso).

Pós-doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), especialista em Educação Especial e graduada em Psicologia e Pedagogia, Mirtes Lira é professora adjunta e orientadora do Programa Residência Pedagógica pela Universidade de Pernambuco.