UPE promove curso de especialização Especialização em Neuroeducação e Primeira Infância

Estão abertas, até o dia 28 de fevereiro, as inscrições para o curso de Especialização em Neuroeducação e Primeira Infância promovido pela Universidade de Pernambuco (UPE) em parceria com o Centro Iberoamericano de Neurociência, Educação e Desenvolvimento Humano (CEREBRUM).  

 Dirigido aos profissionais da educação, saúde e proteção social o curso tem como um dos objetivos oferecer aos participantes um conhecimento teórico e prático fundamentado nas mais recentes evidências neurocientíficas sobre o processo de desenvolvimento cerebral infantil, nos aportes da Psicologia para esta etapa crucial da vida do ser humano e em uma proposta educativa e de intervenção abordando as diversas dimensões e âmbitos. 

Com duração de dezoito meses, na modalidade à distância, o curso conta com uma estrutura de três módulos de aprendizagem com dez cursos no total. Cada curso terá vídeo-aulas, fóruns, chats, vídeos, leituras obrigatórias e complementares, entre outras atividades. 

Entre os assuntos abordados estão a Neuroeducação e primeira infância: mitos, desafios e oportunidades, introdução à Neuroeducação, os pilares da neuroeducação na primeira infância, entre outros.

As aulas tem início no dia 19 de março deste ano com término previsto para 18 de agosto de 2017. Mais informações sobre as inscrições: (32)3082.6694 ou através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CEREBRUM – o Centro Iberoamericano de Neurociência, Educação e Desenvolvimento Humano - é uma empresa com presença educacional no Chile, Peru, Brasil e Colômbia. Possui mais de 14 anos de experiência trabalhando em estreita colaboração com a Associação para a Educação e para o Desenvolvimento Humano - ASEDH - e seu principal objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade da educação e desenvolvimento humano através através da promoção, formação e aplicação das contribuições das Neurociências ao campo educativo e à promoção da Neuroeducação. 

Fonte: www.cerebrum.la

Mais informações acesse aqui.