Professora da UPE tem pesquisa publicada em revista internacional

A professora da Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco (Poli/UPE), Gilvânia Vilela, teve artigo de pesquisa publicado no Journal of Applied Physics (JAP), publicação do Instituto Americano de Física voltada para a divulgação de resultados inéditos e significativos em Física Aplicada.

O artigo da professora, que é pesquisadora e doutora em Física da Matéria Condensada, intitulado “Giant magnetoimpedance effect in a thin-film multilayer meander-like sensor”, propõe um elemento sensor de campo magnético baseado no efeito da magnetoimpedância gigante na forma de meandro retangular, composto por multicamadas nanométricas de materiais ferromagnéticos e metais não-magnéticos.

Estes sensores, que são compactos, não-invasivos, inócuos e de baixo custo, propiciam o seu uso em biomedicina, como para detecção de doenças, células cancerígenas e na localização de objetos metálicos perdidos no interior do corpo humano. Outra aplicação consiste em utilizar esses sensores na busca por defeitos em dutos de transporte de petróleo, detectando possíveis falhas e danos em tais estruturas.

O trabalho foi desenvolvido em parceria com o grupo de pesquisa de Materiais Magnéticos e Propriedades Magnéticas do Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e recebeu apoio financeiro da FACEPE, CAPES e CNPq.

Clique aqui e confira o artigo.