Docente da UPE publica artigo em parceria com instituições dos EUA, China, Chile e Brasil

No último dia 24 de Setembro de 2020, a docente do curso de Física de Materiais da Universidade de Pernambuco (UPE), Gilvânia Vilela, publicou artigo científico na renomada revista AppliedPhysicsLetters do Instituto Americano de Física (AIP – AmericaInstituteofPhysics).

O artigo intitulado “Magnon-mediated spin currents in Tm3Fe5O12/Ptwith perpendicular magneticanisotropy” apresenta importantes resultados sobre a geração e detecção de correntes puras de spin em materiais isolantes magnéticos com anisotropia perpendicular. Estes materiais têm potencial de revolucionar a área de MagnonSpintrônica levando ao desenvolvimento de novos dispositivos de armazenamento e processamento de dados mais rápidos e energeticamente mais eficientes.

O trabalho foi desenvolvido em parceria com importantes instituições internacionais dos Estados Unidos, China e Chile. Nos EUA, a pesquisa foi realizada no Francis BitterMagnetLaboratory (FBML) do Plasma Science andFusion Center(PSFC) do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT - Massachusetts Instituteof Technology), com o grupo de pesquisa liderado pelo cientista sênior Dr. JagadeeshMoodera.

Na China, a parceria se deu com o grupo de pesquisa do Dr. WeiHan, localizado no International Center for Quantum Materials da Escola de Física da PekingUniversity em Beijing. No Chile, o trabalho teve a colaboração do Dr. Roberto Rodríguez-Suárez da Facultad de Física daPontificiaUniversidad Católica de Chile. Já no Brasil, tivemos a importante colaboração do grupo de pesquisa liderado pelos professores Sergio Rezende e Antônio Azevedo do Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco, e pelo professor Joaquim Mendes do Departamento de Física daUniversidade Federal de Viçosa, localizada em Minas Gerais.

O artigo recebeu apoio financeiro da FACEPE, FAPEMIG, CAPES, CNPq, dos órgãos americanos ArmyResearch Office (ARO), National Science Foundation (NSF) e o Office of Naval Research (ONR), da FONDECYT do Chile, e da National Natural Science Foundation of China.