Projeto Solidaris promove evento sobre a formação de pessoal docente e não-docente

O Projeto Soliadris "Universidades inclusivas: Competencias clave de la comunidad universitaria para el desarrollo de una ciudadanía activa" e a Coordenação do Projeto Solidaris na Universidade de Pernambuco (UPE) realizou na sala 14 da Pró-reitoria de Graduação da instituição a formação de pessoal docente e não-docente em competências chave da comunidade universitária para o desenvolvimento de uma sociedade ativa, ocorrida  nos dias 29 de agosto (pré-formação) e 04 a 06 de setembro de 2019 (formação).

Estiveram presentes duas representantes da União Europeia, María José Álvarez Orive  (Universidad de Sevilla) e Carolina Carvalho (Universidade de Lisboa), que coordenaram os trabalhos, representantes da Universidade de Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Universidade Católica. Além da Secretaria da Mulher e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação do estado de Pernambuco, Centro Paulo Freire e Grupo de Apoio a Criança com Câncer.

Durante estes dias foram desenvolvidas atividades de aprendizagem nas várias competências definidas para o projeto SOLIDARIS, construindo ações concretas e modelos de formação que contribuam para o desenvolvimento de uma cidadania ativa. 

Para mais Informações acesse o site do Projeto Solidaris no endereço eletrônico: http://proyectosolidaris.org/ 

Artigo - equipe do Projeto Solidaris da UPE publicou artigo na Revista Educação Inclusiva da Universidade Estadual da Paraíba. O trabalho intitulado “Acciones Afirmativas e Inclusión Social en la Universidad de Pernambuco” teve o objetivo de apresentar o cenário atual de programas e políticas adotadas pela Universidade de Pernambuco em ações afirmativas de inclusão social.

O texto completo pode ser acessado em: http://revista.uepb.edu.br/index.php/REIN/article/view/4986/2985

O Projeto Solidaris "Universidades inclusivas: Competencias clave de la comunidad universitaria para el desarrollo de una ciudadanía activa" é financiado pela União Europeia, e a UPE é uma das colaboradoras, juntamente com outras 10 instituições da América do Sul e Europa.