Projeto de extensão da UPE combaterá doença de chagas em Chã Grande

A Universidade de Pernambuco (UPE), através da sua Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), firmou acordo com a prefeitura de Chã Grande para o combate à doença de chagas no município. A parceria entre a UPE e Prefeitura Municipal foi apresentada na última sexta-feira (03/06), durante a Feira de Saúde no sítio Malhadinha, zona rural da cidade.

 

Com a presença do prefeito do município, Daniel Alves, estudantes da UPE, secretários municipais e membros da área de saúde, o encontro teve como objetivo apresentar a proposta de trabalho e atuação da equipe, que nos próximos meses se fixará na cidade.

Direcionado para crianças do ensino fundamental I e II, educadores e gestores, o projeto, criado em 2007, é coordenado pela professora da UPE, Maria Beatriz Araújo da Silva, com a participação de bolsistas de extensão, voluntários, do Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen/PE) e pesquisadores do Laboratório Nacional e Internacional de Referência em Taxonomia de Triatomíneos da Fundação Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro (LNRTT).

A expectativa da coordenação da atividade extensionista é de que seja ampliada a outros municípios prioritários para a doença de chagas no Estado. Afinal, o envolvimento da UPE com centros de pesquisas e a gestão municipal, associados a uma equipe multiprofissional, proporciona resultados bastante satisfatórios.

A ação visa fomentar o desenvolvimento de ações educativas sobre a doença, ministrar palestras de orientação e esclarecimento, exposição e doações de mostruários dos vetores, além de disponibilizar para os gestores municipais e estaduais das escolas, material produzido pelo laboratório parceiro referente aos triatomíneos (popularmente conhecidos como barbeiro, bicudo, chupança, furão, dentre outros, vetores da doença de Chagas) da região Nordeste.